16 junho, 2016

Ciclo Épico [ A Guerra dos Titãs ]


Cornelis Cornelisz van Haarlem, Pintor Alemão, A Queda dos Titãs, 1596-98
Cornelis Cornelisz van Haarlem, Pintor Alemão [ A Queda dos Titãs ]
(1596-98)

O Ciclo Épico foi uma série de poemas antigos no estilo épico compostos entre o 8º e 6º séculos A.C.. Apenas fragmentos dos poemas sobreviveram, um dos quais descreve a Guerra Titânica, três a Saga de Tebas e de seis a Guerra de Tróia.
Joachim Wtewael, A Batalha entre os Deuses e os Titãs
Joachim Wtewael, A Batalha entre os Deuses e os Titãs

A Guerra dos Titãs ou Titanomachia{1}
Fragmento I: Hecatônquiros{2} e Ciclopes{3}
Photius, Epítome{4} da Crestomatia{5} de Proclus:
O ciclo épico começa com a fábula da união de Ouranos{6} [ Urano/Paraíso/Céu ] e de Gaea{7} [ Gaia/Terra ], pelo qual eles fizeram três filhos hecatônquiros [ de cem braços ] e três ciclopes, esses nasceram dele [ o casamento ].

{1} Titanomachy [ Τιτανομαχία ] foi uma luta de batalhas travadas na Tessália, que consistia de um lado os Titãs (uma geração mais velha de deuses, com base no Monte Othrys) contra o Olimpianos (a geração mais jovem, que viria a reinar no Monte Olimpo) e seus aliados. Este evento também é conhecido como a Guerra dos Titãs, Batalha dos Titãs, Batalha dos Deuses, ou apenas a Guerra Titânica. A guerra foi travada para decidir qual geração de deuses teria domínio sobre o universo; que terminou com a vitória dos Olimpianos.

{2} Os hecatônquiros [ Έκατόνχειρες "de cem mãos" ] eram três gigantes filhos de Ouranos e Gaia e irmãos dos doze titãs e dos três ciclopes. Possuíam cem mãos e cinqüenta cabeças. Seus nomes eram: Briareus/Aigaios [ Αἰγαίων "o vigoroso" ], Cottos ("o furioso") e Gyes ("o de grandes membros").
Céu foi o primeiro que governou todo o mundo. E tendo casado com Terra, gerou primeiro os hecatônquiros, eles foram chamados: Briareus, Gyes, Cottos, foram insuperável em tamanho e poder, cada um deles possuindo cem mãos e cinqüenta cabeças. Apollódoros [ Apollod. 1.1.1 ]

Os hecatônquiros [ Έκατόνχειρες de cem mãos ]

{3} Os ciclopes [ Κύκλωψ "olho redondo" ] eram, gigantes imortais com um só olho no meio da testa que, segundo o hino de Callímachos, trabalhavam com Hefesto como ferreiros, forjando os raios usados por Zeus.
Após isto, Terra deu-lhe os Ciclopes, a saber, Arges, Steropes, Brontes, dos quais cada um tinha um olho na testa. Mas eles, Céu amarrou-os e lançou-os no Tártaro, um lugar sombrio no Hades, tão distante da terra como a terra está distante do Céu. Apollódoros [ Apollod. 1.1.2 ]

{4} Epítome [ ἐπιτομή de ἐπιτέμνειν epitemnein "cortar curto" ] Um epítome é uma forma literária sumária ou em miniatura; uma instância que representa uma realidade maior, também usado como um sinônimo para a incorporação.

{5} Crestomatia [khrestos, "útil" e mathein, "saber" ] é uma coleção de certas passagens literárias usadas especialmente para auxiliar na aprendizagem de uma língua estrangeira. Em filologia, ou no estudo de literatura, é um tipo de leitura ou antologia que preserva a seqüência dos textos originais.

{6} Urano [ Ouranos ] [ Ουρανος ] [ Latim: Uranus, Caelum ] [ Paraíso / Céu ] Era o deus primordial (protogenos) do céu. Os gregos imaginaram o céu como uma abóbada sólida de bronze, decorada com estrelas, cujas bordas desciam para os limites extremos da Terra plana. Urano era o céu literal, assim como sua consorte Gaia (Gaea) era a terra.

Urano com Gaia
Urano com Gaia
Mosaico atualmente na Gliptoteca de Munique

{7} Gaia [ Gaiê/Gê/Gaea ] [ Γαια / Γαιη / Γη ] [ Latim: Terra, Tellus ] A personificação da Terra e uma das divindades primordiais gregas. Gaia foi a grande mãe de todos: a Deusa Mãe grega primordial; criadora e doadora da luz à Terra e todo o Universo; os deuses celestiais, os Titãs, e gigantes nasceram dela. Os deuses reinantes sobre seu panteão clássico nasceram de sua união com Urano (o céu), enquanto os deuses-marinhos nasceram de sua união com Pontus (o mar). Seu equivalente no panteão romano era Terra.

Gaia por Anselm Feuerbach (1875)
Gaia por Anselm Feuerbach (1875)

Ciclo Épico


[ A Guerra dos Titãs ]

📄Fragmento I | 📄Fragmento II | 📄Fragmento III | 📄Fragmento IV | 📄Fragmento V | 📄Fragmento VI | 📄Fragmento VII | 📄Fragmento VIII

[ Ciclo de Tebas [ Θηβαϊκὸς Κύκλος ] ]

📄A História de Édipo [ Oedipodea ] | 📄A Tebaida [ Θηβαΐς ] | 📄Epígono [ Ἐπίγονοι ]

[ Ciclo de Tróia [ Ἰλίου Κύκλος ] ]

[ Cantos Cípricos ou Cípria [ Κύπρια ] ] 📄Fragmento I | 📄Fragmentos II-III-IV | 📄Fragmentos VII-XIV | 📄Fragmentos XV-XXII
📄Etiópida [ Αἰθιοπίς ] | 📄A Pequena Ilíada [ Ἰλιὰς μικρά ] | 📄O Saque de Tróia [ πέρσις Ἰλίου ] | 📄Nóstoi [ Νόστοι ] | 📄Telegonia [ Τηλεγόνεια ]